Um pseudo começo

Não é bem um começo. É um novo começo. Há um tempo escrevo sobre cinema e decidi dar um novo passo. Escrevia no blog Cinemateca e agora esta é minha nova casa.

O que me motivou a fazer isso foi ter me dado conta de que é, de fato, o que gosto de fazer e aquilo que faço com extrema paixão. Falar sobre cinema, escrever e esta experiência de poder dividir tudo isso com outras pessoas.

Por que encerrar o blog Cinemateca?

  • Por que era um nome muito genérico e sentia que esse nome já não representava o que fazia.
  • Por que é um nome que confundia parte do público, por atrelá-lo a uma instituição, organização ou até mesmo à um cinema. Existia então, uma necessidade de evitar isso.

Por que “Pseudo Crítico”?

Por que apesar de gostar muito de cinema e escrever sobre há muito tempo, não me considero exatamente um crítico. Não fiz jornalismo também e nem sou expert na escrita. Sou uma pessoa qualquer dando opinião em filmes.

O que vem por aí?

Espero continuar dando a atenção que sempre tive com meus textos e com aqueles que estão lendo. Gosto de escrever com o coração e é com ele que vejo tudo o que assisto.

Espero postar com frequência e espero dar atenção para outras mídias como Facebook e Instagram e se tudo correr bem, quem sabe, um canal no Youtube. Então sigam essas redes, dando apoio com curtidas, comentários e todas essas coisas que impulsionam a gente a continuar!

Para finalizar

Um grandíssimo obrigado para quem me segue até aqui. Para aqueles que me conheciam do Cinemateca ou aqueles que tanto opoiam os conteúdos do Facebook! Um grande obrigado pelos amigos também, que super me encorajam a manter tudo isso.

Quem sou eu? Onde vivo? O que como?

Bom, como começo acho legal eu me apresentar, certo?

Me chamo Fernando, tenho 29 anos, sou formado em Design Gráfico. Libriano, gosto de pizza, sorvete, tirar fotos, assistir filmes, séries e estar sempre acompanhado de uma boa música.

Sou de São Paulo. Adoro desbravar a cidade, mas também existe dentro de mim um velhinho de 60 anos que ama ficar em casa.

Apesar de seguir com minha carreira como designer, cinema e escrita sempre foram minhas verdadeiras paixões. Sou da época do VHS, assisti a ascensão e o declínio do DVD. Escrevo em blog deste 2008 e sempre foi ótimo poder colocar em palavras minhas sensações diante de um filme.

Quando me perguntam qual meu filme favorito nunca sei dizer. Sempre mudo de resposta para não deixar nenhum excluído. Mas costumo responder que e Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças, Closer, Magnolia, Na Natureza Selvagem, Peixe Grande e por aí vai.

Como todo cinéfilo, adquiri uma grande paixão por séries também. Dentre as melhores que já vi citaria Six Feet Under, The Office, Shameless US, Breaking Bad, Gilmore Girls, The O.C., How I Met Your Mother, Mad Men e Rectify. Das mais recentes gostei bastante de Euphoria, Pose e Fleabag.

O que tem aqui?

Você vai encontrar aqui críticas de filmes escritas por um pseudo crítico. Procuro ver um pouco de tudo, desde um filme cult preto e branco mudo iraniano até um blockbuster menos aclamado. Tenho gostos peculiares, já diziam meus amigos. Tem coisa que todo mundo detesta e eu amo, como tem coisa que eu detesto e todo mundo ama. Normal, né?

Eu tenho costume de assistir mais produções recentes, então a maioria dos posts são sobre eles. Procuro, claro, sempre ver algo mais clássico, antigo , afinal temos muito o que aprender com todos eles. Sou bem aberto a tudo. Tem final de semana que vou querer algo mais underground, como tem dias que vou procurar pelo novo filme da Larissa Manoela.

Tenho ainda aquela lista de filmes obrigatórios que vou assistindo aos poucos, então, de vez em quando vão aparecer alguns clássicos aqui.

Gosto de fazer aquelas listas também. Selecionar os melhores de um determinado tema e fazer um Top 30, 20, 15…e por aí vai. Então, claro, sugestões são sempre bem-vindas!

E final do ano, tenho uma tradição de fazer as listas com tudo o que teve de melhor nos últimos 12 meses. Rola ate uma premiação fictícia!

É isso, espero que gostem do conteúdo. Se não gostarem, deixem nos comentários, deem a opinião de vocês, sugestões, reclamações. Não hesitem em dizer o que gostam também, porque isso sempre nos motiva a continuar.