Crítica | Arremessando Alto

A jogada certa de Adam Sandler

Aquela prova de que um clichê bem contado pode se tornar um grande filme. “Arremessando Alto” marca mais uma parceria entre Adam Sandler e a Netflix e surpreende pelo simples fato de ser bom. É uma obra que chega já com a receita pronta, que envolve uma história de superação dentro no universo esportivo. Ainda assim, acerta demais no tempero, entregando uma produção tão incrível e que é capaz de empolgar e emocionar mesmo aqueles que não entendem nada de basquete, assim como este que vos fala.

Claro, aqueles que curtem e entendem de NBA, farão melhor desfrute. Na tela, aparecem astros reais das quadras que, provavelmente, farão os fãs vibrarem. No entanto, o filme consegue facilmente atingir o público em geral, recontando uma trama do qual já vimos outras vezes. Aqui, Sandler interpreta Stanley Sugerman, olheiro de um time de basquete que precisa encontrar uma nova estrela para o time. Entre viagens cansativas e muito fast food, essa descoberta pode transformar sua vida: se tornar um técnico e ficar mais próximo de sua família. Ele, então, aposta todas as suas fichas em Bo Cruz. Habilidoso nas quadras e sua última esperança de realizar seu sonho.

A direção de Jeremiah Zagar torna todo esse espetáculo muito próximo de nós. Tudo muito crível, é impossível não vibrar por cada vitória e torcer fervorosamente pelos protagonistas. A montagem é excelente, dando à obra uma agilidade empolgante. Outro ponto muito assertivo aqui (e nem acredito que direi isso de um filme do Adam Sandler) é seu humor. É brilhante como o roteiro consegue inserir piadas nas horas certas, usando a comédia para agregar, jamais diminuindo a força e potência de sua história.

“Arremessando Alto” é uma jogada certeira do ator, que também produz. Tudo é muito cativante na obra e, mesmo que a história abrace a simplicidade e tantos clichês de filmes de esporte, comove. E comove porque é bem contado e porque tem muito sentimento envolvido.

NOTA: 9,0

País de origem: EUA
Ano: 2022
Título original: Hustle
Duração: 116 minutos
Disponível: Netflix
Diretor: Jeremiah Zagar
Roteiro: Taylor Materne, Will Fetters
Elenco: Adam Sandler, Juancho Hernangomez, Queen Latifah, Ben Foster, Jordan Hull